Especificações de produtos Microsoft abertas. Algo bom vem por aí?

fevereiro 26, 2008

 

A Microsoft abriu as especificações de vários produtos das famílias Windows e Office. Segundo a empresa isso faz parte de uma mudança de como a empresa compartilha informações sobre seus produtos, o que vai se traduzir em uma maior interoperabilidade entre produtos, como os da família OpenOffice, que ainda apresentam algumas limitações ao lidar com os formatos proprietarios da MS.

Essa decisão foi aprovada até por Linus Torvalds em um e-mail enviado para a comunidade Linux. Uma parte da mensagem diz: “Eu posso fazer piadas com a Microsoft e, eventualmente, dizer que eles fazem coisas estúpidas. Mas eu penso que neste caso eles deram um passo na direção correta”.

Enquanto isso, experts em segurança afirmam que haverá uma grande explosão de descobertas de falhas de segurança e vulnerabilidades nos produtos que terão suas documentações abertas. A razão é que um número enormemente maior de pessoas terão acesso a essa documentação. Espera-se que esse boom de descobertas de vulnerabilidades começe em 8 dias. Mas logo esses problemas serão corrigidos e no final teremos um ambiente de software muito mais seguro.

Portanto, depois de abrir as especificações de alguns de seus produtos, a Microsoft deve ficar atenta ao que se diz na Internet sobre as vulnerabiliadades de software encontradas e preparar o quanto antes soluções distribuíveis via Windows Update. E aqueles que tem condição mantenham sempre seu anti-virus atualizado e seu Windows também, assim como o software possível. Isso pode ajudar a prevenir que alguma vulnerabilidade recém descoberta e já corrigida possa ser explorada em seu computador.

Fontes: http://www.computerworld.com/action/article.do?command=viewArticleBasic&articleId=9064500&intsrc=hm_list, http://info.abril.com.br/aberto/infonews/022008/25022008-18.shl

 

Anúncios

Você se protege no pc?

janeiro 17, 2008

pc_viruses

Saiu no site ExtremeTech hoje uma matéria sobre como se proteger de vírus no Windows Vista sem o uso de anti-vírus. Ele exalta a presença do User Account Control, ou Controle de Contas de Usuário. Primeiro ele cancelou a execução de um arquivo chamado ??????.exe, deois outro chamado bank.exe.

Mas o mais importante foi a parte onde se chama a atenção dos usuários do Windows Vista que simplesmente ignoram a tela do UAC. Seja por preguiça ou por achar que não serve de nada. Ora, se não servisse para nada, pra que a desenvolvedora do software teria mantido uma equipe de desenvolvimento para esse recurso?

Todo usuário de qualquer produto de tecnologia deve sim atentar para a segurança no ambiente virtual em que se encontra. E isso é falar em educação também. De que adianta um firewall super avançado se dou outro lado da tela está um usuário que simplesmente clica em “Yes” toda vez que o programa pergunta se pode liberar o acesso a rede para um aplicativo? De NADA! É a mesma coisa de não ter firewall. Depois quando o computador do usuário é invadido, aí a culpa é do sistema operacional inseguro ou do filho que joga paciência.

E isso inclui também aqueles que clicam nos links “Veja nossas fotos…” do orkut, aquele que abre o e-mail “Free XXX…” no hotmail e libera a exibição do conteúdo e também aquele que libera todos os Controles ActiveX no browser. A proteção começa com educação de disciplina. Depois do estrago feito, só basta formatar a máquina e rezar para que suas senhas não tenham sido roubadas.

Para ler a matéria completa, em inglês: http://www.extremetech.com/article2/0,1697,2159348,00.asp

victor_b